FRODOBLOG II
   SOLARIUM 2

Olá, Amigos!...

Após muito tempo longe do mundo blogueiro, decidi que já era tempo de voltar. Sei que não tenho muito tempo disponível, mas procurarei fazer o melhor possível, com atualizações semanais.

Para começar, falarei sobre o lançamento da antologia Solarium 2 - Contos de FC, que aconteceu no último dia 14/11 no Espaço Multifoco, Rio de Janeiro. É o segundo volume da série que alcançou o sucesso no primeiro volume e volta agora, totalmente repaginada, com ilustrações e um tamanho maior (16x23).


POR QUE SOLARIUM?

Quando a Editora Multifoco me convidou para ser o responsável por um dos seus selos, eu não pensei duas vezes em escolher o gênero: seria um selo de Ficção Científica.

Sempre tive a curiosidade de saber o motivo da FC nacional nunca ter delanchado, de ficar sempre num incômodo meio-termo. Não poderia ser por conta da inexistência de apreciadores, já que os filmes do gênero estão entre os campeões de bilheterias em terras brasileiras; tampouco poderia ser pela falta de qualidade, já que temos bons autores brasileiros de FC desde os anos 40/50. Nomes como Jerônymo Monteiro, André Carneiro e, mais recentemente Bráulio Tavares e Gérson Lodi-Ribeiro não me deixam mentir. Qual seria então o mistério?...

  Uma das conclusões possíveis seria a de que a FC nacional estava precisando de sangue novo, uma nova geração de autores e leitores que levassem adiante a tradição dos pioneiros, nesses novos tempos de Internet e comunicação on-line, onde proliferam os blogs e comunidades dedicadas ao assunto.

Por que então não dar a palavra a esses jovens autores oriundos do mundo virtual para que desenvolvam seus talentos e tomem gosto pela arte da escrita?

Foi pensando dessa forma que surgiu o projeto Solarium – Contos de Ficção Científica. O primeiro volume, lançado em abril deste ano, foi um sucesso e preparou o caminho para o volume 2, que vem a lume quase seis meses depois, com a missão de dar continuidade a ideia original de ser a porta de entrada para que novos autores de Ficção Científica possam se lançar no mercado editorial, desenvolvendo e lapidando seu talento e, quem sabe, dando continuidade a uma carreira literária sólida e duradoura.

Acreditamos que os objetivos já começam a serem atingidos, na medida em que vemos o claro amadurecimento de alguns jovens autores num curto espaço de tempo e o aumento do número de leitores, mas temos plena consciência de que foi apenas um início promissor. Muito ainda há para ser feito em prol da Ficção Científica brasileira.

Que venha, pois, o volume 3.


 



Escrito por Frodo Oliveira às 06:15 PM
[] [envie esta mensagem] []


 
   NINGUÉM ENGANA A MORTE POR MUITO TEMPO.

Photobucket

Desde pequeno conheço a estória do homem que, em busca de glória e fortuna, fez um pacto com o demônio. Tudo ia muito bem com ele - ficou rico e famoso - até que chegou a hora de pagar o preço do tal pacto, ou seja, entregar a sua alma. É claro que ele não estava disposto a fazer tal coisa, imagina, perder aquela boa-vida que levava para padecer no inferno...
Teve então uma idéia brilhante: fez plástica, trocou de nome e mudou-se para muito longe da sua cidade, na esperança de nunca ser encontrado pelo diabo. E por algum tempo foi bem sucedido, até o dia em que alguém bateu na sua porta. Ao abrir, deu de cara com ele, seu credor. Pensou consigo mesmo: "Ele não pode me reconhecer. É só manter a calma e continuar a enganar esse trouxa." Agiu como se nada tivesse a esconder, papeou animadamente com o diabo e, no fim, indagado se conhecia o senhor fulano de tal, seu antigo nome, respondeu que não, nunca ouvira tal nome. Perguntou como era o homem que o diabo procurava, e este descreveu alguém totalmente diferente dele. "Não, nunca vi essa pessoa na minha vida" disse o homem, ao que o diabo respondeu: "Sinto muito, mas não posso voltar de mãos vazias para o inferno. Já que não consegui encontrar quem procurava... Terei de levar você!"
Digo isto por conta da trágica história de Eloá, mantida cativa e assassinada pelo ex-namorado Lindemberg na última semana, em Santo André, grande São Paulo. O final da história todos conhecem, mas não quero falar sobre isso. Quero falar sobre o pai de Eloá, Everaldo Pereira dos Santos, que segundo a Polícia MIlitar de Alagoas, é um perigoso assassino do esquadrão da morte alagoano, que fugiu no início dos anos noventa de Maceió e se escondeu em Santo André, sob nome falso. Guardadas as devidas proporções, a história real deste homem lembra-me muito a estorinha sobre o sujeito que tentou enganar ao diabo. Durante anos ele viveu como sicário, deixando sabe-se lá quantas viúvas e órfãs em terras alagoanas. Fugiu, achando que poderia escapar do acerto de contas, mas esqueceu que quem vive pela espada acaba morrendo por ela, e aquele que semeia vento colhe tempestade. Ele tinha cheiro de morte, e mesmo anos mais tarde, essa mesma morte o localizou, em Santo André, a milhares de quilômetros de Maceió, em meio a quase vinte milhões de pessoas que habitam a grande São Paulo. E a morte é cruel. Seria fácil demais levá-lo embora, não, ela queria mais. Levou Eloá, sua filha, e através dela, revelou ao país inteiro quem era de verdade aquele homem aparentemente íntegro e correto, que parecia sofrer tanto com o seqüestro da filha. Existirá dor maior para um pai do que a perda de uma filha? Acredito que não. E acredito também que essa história ainda não chegou ao seu epílogo. Algo me diz que Everaldo ainda vai pagar muito caro pelos erros do passado.
A morte tem sempre uma resposta pronta para quem tenta enganá-la.



Escrito por Frodo Oliveira às 07:55 PM
[] [envie esta mensagem] []


 
   NOVA FASE

Depois de um tempinho resolvendo problemas relacionados com o novo livro, A TORRE NEGRA, estamos de volta com casa remodelada, já para acompanhar a fase que se inicia. Digo isso porque o livro do ano que vem será o meu primeiro romance, e, como vocês já devem ter percebido, versará sobre vampiros. Já existe até um título, se bem que provisório: O BAILE DOS VAMPIROS. O livro está ainda no esqueleto, mas estou entusiasamado com as possibilidades. Quero escrever um livro de vampiros no estilo bem tradicional, nada de vampiros "bonzinhos", que frequentam bancos de sangue e só se alimentam de pequenos animais, como está em voga ultimamente. O meu vampiro será no melhor estilo Bram Stoker ou Stephen King, mau que nem pica-pau (Rs!).
Agora, voltando ao presente, A TORRE NEGRA atrasou um pouco por conta dos problemas que tive com a capa, mas dentro de um mês, aproximadamente, estará disponível. A todos os amigos que já manifestaram interesse em adquiri-lo, o meu obrigado antecipado, em breve trarei boas notícias.

                               Photobucket

Recebi do meu amigo Valdeck Almeida o exemplar da ANTOLOGIA POÉTICA ANO 3, fruto da sua perseverança em fazer a poesia dos novos talentos frutificar Brasil afora. Sinto-me honrado em participar da antologia com o poema APOLOGIA DE UM SENTIMENTO, quinto colocado no geral no terceiro concurso de poesia Valdeck Almeida. Muito obrigado por tudo, Valdeck, você é um batalhador e merece todo o meu respeito.
Também de parabéns está o meu amigo Ademir Pascale, que acaba de editar o segundo número do TERORZINE. É claro que também estou nele, com o miniconto BALA PERDIDA. Você pode fazer o download do fanzine no link   

                 www.cranik.com/terrorzine2.pdf

Bem, para um retorno estamos muito falantes. Voltando com as postagens semanais, visitando todos os amigos que aqui estiveram nesse último mês de ausência e colocando o papo em dia. Tem coisa melhor do que rever os amigos?... Até semana que vem.



Escrito por Frodo Oliveira às 10:24 PM
[] [envie esta mensagem] []


 
   QUASE PRONTO

Ainda não terminei de escrever o novo livro, mas como ele já está "quase" pronto, tirei um tempinho para passar por aqui. Na verdade, falta apenas mais um conto e o prefácio do meu professor de Literatura para que eu possa enviá-lo para a editora. É claro que ainda farei pelo menos umas três revisões, pois fiz apenas duas até agora, e isso leva tempo, portanto o livro somente deverá sair em Outubro. Afora isso, Creio que "A Torre negra" é um livro mais maduro do que foi o "Extrema Perfeição". Restaram duas ou três histórias daquela época, mas os contos da nova safra são, com certeza, bem mais trabalhados que os anteriores, a pesquisa foi mais caprichada. Penso também que contribuiu o fato de o novo livro ter sido projetado como tal, possuir uma unidade, enquanto no primeiro eram apenas contos aleatórios que foram reunidos quase que de repente (coisa de gente metida!), sem um planejamento. Em homenagem a minha amiga Geórgia, que achou o "Extrema Perfeição" muito fino, o "A Torre negra" virá com algumas páginas a mais (não muitas, para não encarecer demais). Mas não quero dar muitos detalhes para não estragar a surpresa. Aliás, surpresa continuará sendo a tônica dos contos que estarão presentes no livro. Deixo a capa, para não dizer que não falei das flores:

Photobucket Image Hosting


Mas essa capa está uma beleza, não está não (rs)?... Agora, para completar o post, falta deixar o link do blog O QUE ELAS ESTÃO LENDO , onde Geórgia e suas amigas gentilmente publicaram uma resenha sobre o "Extrema Perfeição". Muito obrigado, Geórgia, você é uma amiga nota dez!...

E também o do meu amigo Ademir Pascale, que acaba de publicar um Zine muito legal com microcontos, cujas inscrições para o próximo número são gratuitas e já estão abertas até o final desse mês, através do site CRANIK. O link do zine você pode acessar em TERRORZINE. Tem até um microconto meu por lá, chamado A MALA - mas é bom que se diga, essa mala não sou eu!...



Escrito por Frodo Oliveira às 05:29 PM
[] [envie esta mensagem] []


 
   FORA DO AR

CAROS AMIGOS, POR MOTIVOS LITERÁRIOS (TENHO APENAS UMA SEMANA PARA TERMINAR DE ESCREVER O NOVO LIVRO), TENHO QUE FICAR FORA DO AR POR ALGUNS DIAS. RETORNAREI NA PŔOXIMA SEMANA E PROMETO COMUNICAR A TODOS E COLOCAR O PAPO EM DIA. E, POR FAVOR, NÃO ME ABANDONEM!!!.
ABRAÇOS!



Escrito por Frodo Oliveira às 06:32 PM
[] [envie esta mensagem] []


 
   O BRONZIL E A BIENAL

    Fracasso. Essa é a sensação que fica mesmo antes do final das Olimpíadas de Pequim. Fomos com tantas promessas de bons resultados e voltaremos com a frustração estampada em nossos rostos. O que aconteceu? Será que nossos atletas amarelaram ou simplesmente não estavam no mesmo nível dos adversários?...
    O causo é o seguinte: a imprensa brasileira criou mitos para alavancar a audiência e o interesse comercial. Tá certo, o Diego, a Jade, a Daiana, nossos judocas, nadadores e outros favoritos até que mandam muito bem, a nível Panamericano. Alguns deles conseguiram destaque com títulos mundiais em suas categorias e bom desempenho no ranking. Só que Olimpíadas são Olimpíadas, é a nata do esporte mundial competindo com vontade redobrada, e nossos atletas não seguraram a barra, foi demais pro cabeção deles. Eles são culpados?... Não creio. Apenas acreditaram no que diziam os jornais. O caso do Diego foi simbólico: ele realmente não acreditou que caiu de bunda. Já se sentia campeão olímpico antes da apresentação, esqueceu que só termina quando acaba. Resultado: escorregou na própria soberba, como já havia acontecido com a Daiana na Olimpíada passada. A seleção Olímpica tomou um vareio da Argentina, mas alguém duvidou que fosse acontecer? A CBF (leia-se sr. Ricardo Teixeira) fez tudo o que podia para atrapalhar a preparação: o time foi convocado às pressas, o Kaká queria jogar mas o Milan não liberou e nada fizeram a respeito, o Ronaldinho estava fora de forma, e só jogou porque (aí, sim) era do interesse do Milan, para ganhar forma pro campeonato italiano, arranjaram amistosos com times da quinta divisão mundial, em suma, meteram os pés pelas mãos. Chegaram até longe demais. A nossa saltadora Fabiana Murer foi à loucura com a perda do seu material. Se estressou e deu no que deu, numa completa falta de preparo psicológico da atleta. Perder a vara já é horrível, mas perder a medalha é muito pior. Torço para que o vôlei de quadra literalmente salve a pátria, pois até mesmo o de praia, que sempre nos trouxe medalhas de ouro, dessa vez teve que se contentar com prata e bronze.
    Que culpa tem o nosso governo, que não investe na formação de atletas, assim como não investe em educação? Em países civilizados, o estudante ganha bolsa de estudo para praticar seu esporte. O nosso fracasso é o retrato de um país cujos governanates ufanistas se acham maiores e melhores do que realmente o são. Temos que repensar o esporte como um todo no Brasil. Não é possível ver talentos como as nossas meninas do futebol feminino, essas sim, com medalhas de prata dignas de ouro, sem um campeonato organizado, sem ajuda de custo de espécie alguma, totalmente abandonadas pela federação que deveria apoiá-las. São excessões, como César Cielo e Maureen Maggi, nossos medalhistas de ouro até o momento.
    Bronzil é o trocadilho perfeito para o Brasil de bronze que vivemos em Pequim. Duzentos milhões de habitantes e duas míseras medalhas de ouro. Sinto-me decepcionado com a campanha brasileira em Pequim, rídicula para um país do tamanho do nosso e com tanta vocação e talento para o esporte. E eu estou cansado de ser enganado.


EU NA XX BIENAL DO LIVRO - SÃO PAULO/SP.


Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket/center>


Escrito por Frodo Oliveira às 01:40 AM
[] [envie esta mensagem] []


 
   LANÇAMENTO DO CAMINHOS DO MEDO

    Ainda em São Paulo, depois do lançamento da Antologia CAMINHOS DO MEDO, ocorrida ontem, na Casa das Rosas. O evento foi um tremendo sucesso e contou com a presença de mais de vinte autores da antologia, além dos convidados que abrilhantaram a festa promovida pela Andross Editora. Tive prazer de conhecer pessoalmente alguns amigos que já são frequentadores assíduos daqui, do Orkut e das comunidades literárias da rede, como o Ademir e sua esposa Elenir, o Ricardo, a Deborah, a Giovana, o Marcelo, o Nuno, o Lucas, o Luiz, o Arlequim, além de rever outros que já conhecia do lançamento do Noctâmbulos, como o Edson, o Ander e sua esposa Tati, a Ana Prismel. À minha amiga Gi, o meu sincero muito obrigado pela gentileza da sua presença juntamente com o seu marido e seu filho, foi uma tarde muito especial para mim.

    Então, para que vocês tenham uma idéia do que foi o lançamento, fiz um pequeno vídeo da festa:     


 
E, claro, muitas fotos também...
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


Escrito por Frodo Oliveira às 02:31 PM
[] [envie esta mensagem] []


 
   CORAÇÃO PAULISTA

Photobucket


Desta vez eu atrasei a postagem alguns dias propositadamente, para dar tempo de publicar o convite do lançamento da Antologia CAMINHOS DO MEDO. Sei que já disse aqui o quanto adoro São Paulo e seus arranha-céus. Sou uma pessoa urbana por natureza, e amo nossa maior metrópole, com seus sons, sabores e paisagens de concreto e de vidro. Embarcarei no próximo final de semana rumo à Sampa, para o lançamento da CDM, e espero poder contar com a presença dos meus amigos paulistanos no evento. Já estou com as passagens compradas, e aguardarei ansioso pelos queridos amigos que há mais de um ano me dão o prazer de freqüentar este humilde blog, para que possamos nos conhecer pessoalmente e colocar o papo em dia. Pretendo também dar uma esticada para prestigiar o stand da Editora Andross no dia da abertura da Bienal do Livro, na quinta-feira 14/08, à partir das dez da manhã, de modo que temos duas chances de nos encontrarmos: no lançamento do CDM ou na abertura da Bienal. O stand da editora estará localizado na esquina da Rua O com a Avenida 2, no Pavilhão de Exposições do Anhembi. Então, aos que puderem... "Hasta la vista".

EM TEMPO: meu conto CINZAS, publicado aqui algumas semanas atrás, acaba de receber a Medalha de Participação Especial no II Concurso Nacional de Literatura - Prêmio Lima Barreto - promovido pelo site Arti-manhas. Aos organizadores do concurso, assim como aos jurados que votaram, o meu sincero muito obrigado. O resultado final e todos os contos premiados você pode ler no link ARTI-MANHAS.


MusicPlaylistRingtones



Escrito por Frodo Oliveira às 02:48 PM
[] [envie esta mensagem] []


 
   EU SEI QUE É INVERNO, MAS... LÁ VEM O SOL!

FÉRIAS!!!

 

HERE COMES THE SUN

Here comes the sun, here comes the sun,
and I say it's all right...

Little darling, it's been a long cold lonely winter.
Little darling, it feels like years since it's been here...
Here comes the sun, here comes the sun,
and I say it's all right...

Little darling, the smiles returning to their faces.
Little darling, it seems like years since it's been here...
Here comes the sun, here comes the sun,
and I say it's all right...

Sun, sun, sun, here it comes... (5X)

Little darling, I feel that ice is slowly melting.
Little darling, it seems like years since it's been clear...
Here comes the sun, here comes the sun,
and I say it's all right...

Here comes the sun, here comes the sun,
It's all right...

LÁ VEM O SOL

Lá vem o sol, lá vem o sol
e eu digo que está tudo bem...

Meu bem, foi um inverno solitário, frio e longo.
Meu bem, parece que faz anos desde que esteve aqui pela última vez...
Lá vem o sol, lá vem o sol
e eu digo que está tudo bem...

Meu bem, os sorrisos voltaram aos rostos.
Meu bem, parece que faz anos desde que estiveram aqui pela última vez...
Lá vem o sol, lá vem o sol
e eu digo que está tudo bem...

Sol, Sol, Sol, lá vem ele... (5X)

Meu bem, sinto que o gelo aos poucos está derretendo.
Meu bem, parece que faz anos desde que esteve claro pela última vez...
Lá vem o sol, lá vem o sol
e eu digo que está tudo bem...

 

Ps: apesar de HERE querer dizer justamente o contrário de LÁ, "Aqui vem o sol" fica meio sem graça, né não?... (Rs!)

Aproveitando, gostaria de agradecer a minha amiga LORENA, que me presenteou com esse selo aqui:

Selo Esse blog...Vale a pena ser olhado

Seguindo as regras da brincadeira, indico os seguintes blogs para recebê-lo também:

-
ELAINE
-
MARCUS VINÍCIUS
-
ANTÔNIO
-
KALL
-
CANDY

Feitas as devidas indicações, passem AQUI para pegar o selo e fazer as indicações. Ufa!... Ainda bem que estou de férias, senão não teria tempo de fazer tudo isso. Valeu, Lorena!


Escrito por Frodo Oliveira às 11:15 AM
[] [envie esta mensagem] []


 
   OS AMIGOS DE PRIMEIRA

Photobucket

Por esses dias, percebi algo que nunca havia notado antes a respeito da amizade: ela, assim como o futebol, possui três divisões. Isso pode parecer estranho a princípio, mas quando eu explicar você vai entender, e não só entender, como reconhecer os "amigos" que estão aí, ao seu redor...

AMIGOS DE TERCEIRA DIVISÃO - Dividem-se em dois tipos: aqueles de longa data que você pouco tem contato e os conhecidos que você vê quase sempre. São os amigos que nunca aparecem, nunca ligam, nunca mandam e-mail, a não ser que estejam precisando de alguma coisa. Te cumprimentam, mas somente se estiverem de bom humor ou se estiverem precisando de alguma coisa. São incapazes de oferecer qualquer tipo de ajuda, a não ser que estejam precisando de alguma coisa. Nunca te convidam para um bom programa, aniversário, show 0800, a não ser que estejam precisando de alguma coisa. São facilmente identificáveis, pois chamam teu nome bem alto, te abraçam e fazem a maior festa para você quando estão precisando de alguma coisa. Não têm a menor vergonha de te sacanear tanto quanto possível, a não ser que estejam precisando de alguma coisa. E sempre ficam zangados se você não puder ajudá-los.

AMIGOS DE SEGUNDA DIVISÃO - Quase sempre são velhos conhecidos, mas também podem ser parentes. Até que são legais, bom papo, boa companhia, adoram tomar uma cervejinha contigo, contanto que você pague, pois estão sempre duros. Fazem questão de demonstrar que gostam de estar contigo, principalmente se você está bem financeiramente, e estão sempre te pedindo algo. São como carrapatos, grudentos, daqueles que não arredam pé do seu lado enquanto estão se dando bem. Solícitos, afirmam que são unha e carne com você, uma espécie de irmão. Puxam seu saco, sempre na sua presença, enaltecendo o valor da amizade que você tem por ele. O grande problema desse tipo de amigo é o que ele diz quando você não está por perto, ou quando a sua situação financeira já não é tão boa, ou as duas coisas. Aí o "grande irmão" se transforma. Esse tipo de amigo adora te sacanear, mas como não tem coragem de admitir, finge que é tudo na "brincadeira".

AMIGOS DE PRIMEIRA DIVISÃO - Esses não têm tempo de amizade definido. Podem ser amigos de infância ou podem ser recém-chegados; podem nem te conhecer pessoalmente, apenas trocar e-mails ou comentários via internet contigo. Mas são leais, sinceros e estão sempre presentes quando você mais precisa. Te ajudam desinteressadamente e ainda lamentam quando não podem fazer mais por você. Têm sempre uma palavra de consolo e de ânimo, um ombro amigo para te oferecer. Se necessário, te chamam a atenção, sempre com jeitinho e bom humor, e estão sempre levantando o teu astral com palavras positivas. Não permitem que ninguém fale mal de você na sua ausência, acreditam até o fim na sua inocência e confiam na sua capacidade. São capazes de sair em sua defesa, quando necessário, e te consideram como um irmão de coração, sem necessidade de fazer alarde disso. Sabem respeitar a tua tristeza e são incapazes de te sacanear, nem mesmo pelo motivo mais fútil, pois conhecem o valor da verdadeira amizade. De inteira confiança, são honrados, honestos e de uma sinceridade à toda prova, e já fazem parte da família. São tão raros, esses amigos, que durante toda a nossa vida, quando muito, esbarramos com dez, doze deles.

Se você, assim como eu, teve a felicidade de encontrar uma dúzia de amigos de PRIMEIRA, faça como diz a canção: jogue suas mãos para o céu e agradeça a Deus, pois você, sem dúvida, é um bem-aventurado. É graças aos amigos de PRIMEIRA que temos paciência para aturar os outros tipos de "amigos".
Vida longa aos amigos de PRIMEIRA!...


AQUI TEM POESIA!
(SUPRA-SUMO)
(SIMPLICIDADE)

AQUI TEM RESENHA CRÍTICA!
(PLEASANTVILLE - A vida em preto e branco)


Escrito por Frodo Oliveira às 11:48 PM
[
] [envie esta mensagem] []


 
   QUANDO SE FAZ TUDO CERTO E MESMO ASSIM DÁ ERRADO

Você planejou tudo direitinho, nos mínimos detalhes, e não rolou. Pois é, nem sempre as coisas acontecem como planejamos. O engraçado da vida é que não podemos prever o futuro, apesar de algumas pessoas dizerem que isso é possível. Eu não sei, pode ser que alguns iluminados tenham a chave para prever o que ainda virá, aliás, já usei esse tema em um conto (Sinistro!), mas o fato é que para a maioria das pessoas comuns (eu aí no meio delas) o futuro é algo indecifrável. O que fazer então para não se decepcionar totalmente com a vida? Simples: deixe sempre uma porta aberta. Você sabe que aquele seu sonho fantástico VAI acontecer, mas, pelo sim, pelo não, é bom ter uma saída de emergência, de preferência, engraçada, pois quem sabe rir de si mesmo diverte-se bem mais. Nada de levar a vida muito a sério, pois quem assim procede acaba se machucando de verdade. Apelar para o bom humor é a saída para a maioria dos nossos problemas, mas só percebemos isso, na maioria das vezes, quando a dor já fez um estrago considerável. Portanto, não esqueça: não há tristeza que uma boa piada e a companhia de bons amigos não leve embora...
Aproveito para agradecer a todos os bons amigos que lembraram de deixar seu apoio aqui ou no Orkut, vocês não imaginam como foi importante!... Obrigado pela força, eu sempre soube que tinha bons amigos, mas vocês foram o máximo.

Escrito por Frodo Oliveira às 07:34 PM
[] [envie esta mensagem] []


 
   100 ANOS DE GUIMARÃES ROSA

Photobucket


Pouca gente lembrou, essa semana, que o grande escritor João Guimarães Rosa faria 100 anos, caso estivesse vivo. Para se ter uma idéia, nem mesmo na faculdade a data foi lembrada, todos os alunos e professores estão mais preocupados com as festividades programadas para os cem anos de falecimento de Machado de Assis, que ocorrerá em 29 de Setembro próximo. Antes de mais nada, quero deixar bem claro que considero Machado o nosso escritor maior, digno de toda honra com a qual se pode distinguir um grande escritor como ele; e que também eu, como todos os outros blogueiros ligados à literatura, estarei lhe prestando homenagens no devido tempo. Porém, não posso deixar de lamentar que um nome da magnitude de Guimarães Rosa passe em branco numa data tão importante. Exceto algumas poucas reportagens na televisão, pouco se falou nesse que é um dos maiores e mais originais escritores de língua portuguesa de todos os tempos.
Nascido em 27 de Junho de 1908, em Cordisburgo/MG, diplomata de carreira, autor de "Grande Sertão: Veredas", "Sagarana", "Corpo de Baile", "Primeiras estórias" e outras obras consagradas, ele faleceu poucos dias depois de assumir uma cadeira na Academia Brasileira de Letras, em Novembro de 1967. Dono de estilo único e inconfundível, criador de um linguajar sem precedentes dentro da literatura brasileira, juntava expressões faladas em sua região, o interior de Minas Gerais, com palavras do alemão, espanhol e até mesmo tupi-guarani, fruto da sua vivência de homem cosmopolita. Quando cônsul do Brasil na Alemanha da segunda guerra, ajudou a salvar a vida de dezenas de judeus das mãos da SS nazista, fornecendo vistos de entrada para o Brasil sem mencionar a religião do portador. Em reconhecimento, o nome do casal Guimarães Rosa (João e Aracy), foi dado a um bosque ao longo das encostas de Jerusalém, em 1985. Encontram-se, nos arquivos do Museu do Holocausto, em Israel, depoimentos de pessoas salvas por eles.
Por tudo isso, João Guimarães Rosa deve ser lembrado hoje e eternamente como um dos grandes escritores de todos os tempos.
Para conhecer mais sobre a vida e a obra de Guimarães Rosa, acesse VIDAS LUSÓFONAS.
PIADA INTERNÉTICA:
"Um terrível incêndio destruiu hoje cedo a biblioteca pessoal do Presidente Lula.
As informações confirmam a queima de todos os 2 livros.
O porta-voz oficial do Palácio do Planalto acabou de declarar que o presidente está inconformado, já que não tinha terminado de colorir o segundo."
Achei aqui: EMM.
EU (AINDA) ACREDITO EM PAPAI NOEL!


Photobucket


Ok, fomos muito mal na altitude de Quito. Mas alguns jornais sensacionalistas exageraram, dizendo que fomos GOLEADOS pela LDU. Ora bolas, esses jornalistas, no mínimo, não sabem contar nos dedos a diferença de gols. Para haver uma goleada, é necessário uma diferença mínima de TRÊS gols no placar, já que dois gols é uma diferença folgada, mas não atesta uma goleada. Nós tomamos quatro gols, é verdade, mas fizemos dois, o que num simples cálculo aritmético que qualquer criança de cinco anos sabe fazer, resulta em DOIS gols de diferença, o que, em absoluto, representa uma goleada. Mas tudo bem, esses caras devem ser torcedores daquele que foi eliminado no mês passado. E como já dizem, a inveja...
Mas nem tudo está perdido. Será difícil, será sofrido, como todos os títulos que o Fluminense consegue ganhar, mas não será impossível. Afinal, se o Flamengo conseguiu a proeza de tomar de 3 x 0 do América do México em pleno Maracanã, não sei porque eu não acharia possível vencer a LDU pelo mesmo placar. Sempre respeitando o adversário, que eles não são bobos, mas jogando a bola que sabemos, eu creio que dá. E torcendo para que não aconteça com o Flu o mesmo que aconteceu com o Grêmio ano passado.
EU ACREDITO EM PAPAI-NOEL!...

AQUI TEM POESIA!
ESPERANÇA!
A MULHER MAIS BONITA DO MUNDO



Escrito por Frodo Oliveira às 06:26 PM
[] [envie esta mensagem] []


 
   O BOM E NEGRO MICHAEL JACKSON

Photobucket

Daqui a cerca de dois meses, mais precisamente no dia 29 de Agosto, o cantor, compositor e dançarino Michael Joseph Jackson estará comemorando 50 anos de idade. Para quem, como eu, cresceu nos anos 70's, não é difícil entender o porquê dessa homenagem. Tá certo, o cara ficou meio pinel depois do embranquecimento, mas não se pode negar que ele faz parte da história da música pop. Dê-lhe um microfone e um palco e você verá que o show-man escapou ileso às inúmeras cirurgias plásticas as quais se submeteu.
Desde os cinco anos que Michael Jackson encantava platéias mundo afora, comandando o Jackson Five's, banda familiar fundada nos anos 60's. Foram sucessos inesquecíveis, como "I'll be there", "Dancing Machine" e "Happy", que fizeram a fama do grupo nos anos de ouro da gravadora Motown.
Em 1979, Michael, após os discos solos da sua fase infanto-juvenil, lançou o seu primeiro LP adulto, "Off the wall", que bateu todos os records da época e fez, pela primeira vez na história dos EUA, um artista negro alcançar o primeiro lugar das paradas nas rádios de brancos. Ainda hoje, o disco é um clássico das pistas, tendo sido copiado à exaustão por artistas da década seguinte. Canções como "Don't Stop 'Till You Get Enough" (muito conhecida no Brasil como a música-tema do programa "Vídeo Show"), "Rockt with you" e a balada "She's Out Of My Life" ainda encantam pelo frescor e pela qualidade que apresentam. Não foi à toa que o álbum vendeu 25 milhões de cópias no mundo inteiro e fez Mr. Jackson levar para casa dois Grammys em 1980.
Três anos depois veio a consagração total, com o álbum mais vendido da história, "Thriller", que martelou por vários anos os nossos ouvidos. O clip da faixa-título revolucionou a forma de divulgação na Tv, inaugurando o estilo MTV e elevando imagem ao mesmo patamar da sonoridade, como fator preponderante para o sucesso de um artista. Depois disso, à medida que embranquecia, parece que o talento do moço para criar coisas maravilhosas diminuía, enquanto a facilidade para se meter em encrencas só aumentava. Não que a cor da pele tenha algo a ver com talento, afinal, por mais covinhas que os cirurgiões produzam no seu corpo pálido e desbotado, ele nunca deixará de ter a alma negra, no melhor sentido que isso pode significar. Provavelmente foi apenas uma infeliz coincidência...
Fiquem então com "Don't Stop 'Till You Get Enough" e vejam porque esse cara já foi o maior do mundo na sua área.

 
EM TEMPO:
Parabenizando a torcida do Sport Club do Recife por mais um título de expressão nacional, a Copa do Brasil 2008. Como Pernambucano, e mesmo torcendo pelo Náutico na terrinha, não posso deixar de ficar feliz pelo futebol nordestino, que dá a volta por cima depois de seguidos rebaixamentos dos seus maiores clubes no Brasileirão. Minha amiga Elayne (http://anjos-e-sonhos.blogspot.com) está sorrindo à toa...
 
COISAS DO BRASIL:
Piadinha que circula no meio literário:
- Você viu, o Paulo Coelho contratou um "ghost writing" para escrever suas memórias.
- Ué, mas ele não é o escritor mais vendido do Brasil?...
- Pois é, mas dizem que dessa vez ele queria um livro de qualidade...
(O brasileiro não é fácil...)
 
AQUI TEM POESIA!
http://recantodasletras.uol.com.br/poesias/1036259 (Metrópole)
AQUI TEM RESENHA CRÍTICA!
http://recantodasletras.uol.com.br/resenhasdefilmes/1037802 (Filme "Fim dos tempos")
AQUI TEM CONTO!
http://recantodasletras.uol.com.br/contosdesuspense/1032064 (Diário eletrônico de um amor platônico)



Escrito por Frodo Oliveira às 12:53 AM
[] [envie esta mensagem] []


 
   A CORRUPÇÃO E O FLUZÃO NA FINAL

Photobucket

O poder paralelo pode não ter o mesmo status da polícia, mas temos que reconhecer que os caras estão "podendo". Semana passada, causou repercussão internacional o caso dos repórteres do jornal "O Dia" que foram aprisionados e torturados pela milícia de uma comunidade que fica aqui pertinho de onde moro, no bairro de Realengo, no Rio de Janeiro. Interessante frisar o "orgulho" com que eles alardeavam serem da polícia, o que denota que o envolvimento dos policiais com o crime organizado não é mais de "apenas" alguns membros agindo de forma isolada, mas de boa parte da corporação. Difícil situação a nossa, do cidadão comum, que trabalha e paga seus impostos religiosamente e no final das contas se vê refém de uma violência estúpida, sem ter para quem apelar. Mas o que esperar de um Estado governado por um político que faz propaganda da descriminalização das drogas, como se isso fosse solução para todos os problemas de segurança pública do Rio? O nosso ex-secretário de segurança pública foi preso por participar de uma rede de corrupção que, segundo a Polícia Federal, teria como líderes os ex-governadores Anthony Garotinho e Rosinha Garotinho. E o que dizer da nossa Assembléia Legislativa, que tem cerca de metade dos deputados respondendo a algum tipo de processo, alguns dos quais gravíssimos, como formação de quadrilha e assassinato? Como é possível que alguém acusado de assassinato ou do desvio de dinheiro público possa se candidatar tranqüilamente a outro mandato, será que ninguém percebe a incoerência disso?... Não há como se admirar, portanto, do fato da nossa Polícia Militar ter se corrompido até a medula com o crime organizado, mesmo porque, em matéria de organização, o poder paralelo já superou em muito o poder constituído. O exemplo, quero dizer, o mal-exemplo, vem de cima... Pois como já dizia uma antiga canção do Guilherme Arantes: "Bandido, mocinho/é tudo farinha do mesmo saco..."


CAMINHOS DO MEDO

Recebi um e-mail da Editora Andross informando que a data do lançamento da Antologia Caminhos do Medo mudou. Ela será realizada no dia 10/08, ou seja, quatro dias antes da Bienal do Livro de São Paulo. Para mim isso é uma ótima notícia, já que aumenta as possibilidades de que eu possa participar dos dois eventos. O local permanece o mesmo: CASA DAS ROSAS, Av. Paulista, 37 São Paulo, à partir das 18:00 hs.

PIADA RECEBIDA VIA E-MAIL:

JUDAS CONTINUA O MESMO...

Jesus chama os seus discípulos e apóstolos para uma reunião de
emergência, devido ao alto consumo de drogas na Terra.
Depois de muito pensar, chegam à conclusão de que a melhor maneira de combater
a situação e resolvê-la definitivamente era examinar a droga eles mesmos e
depois tomar as medidas adequadas.
Decide-se que uma comissão de discípulos desça ao mundo
e recolha diferentes drogas.
Efetua-se a operação secreta e dois dias depois começam
a regressar os comissários. Jesus espera à porta do céu, quando chega o primeiro
servo:
- Quem é?
- Sou Paulo.
Jesus abre a porta.
- E o que trazes, Paulo?
- Trago haxixe de Marrocos.
- Muito bem, filho. Entra.
- Quem é?
- Sou Pedro.
Jesus abre a porta.
- E o que trazes, Pedro?
- Trago maconha do Brasil.
- Muito bem, filho. Entra
- Quem é?
- Sou Tiago.
- E o que trazes, Tiago?
- Trago Lança perfume da Argentina.
- Entra.
- Quem é?
- Sou Marcos.
- E o que trazes, Marcos?
- Trago marijuana da Colômbia.
- Muito bem, filho. Entre
- Quem é?
- Sou Mateus.
- E o que trazes, Mateus?
- Trago cocaína da Bolívia.
- Muito bem, filho. Entra.
- Quem é?
- Sou João.
Jesus abre a porta e pergunta de novo
- E tu, o que trazes, João?
- Trago crack de Nova Iorque.
- Muito bem, filho. Entra.
- Quem é?
- Sou Lucas.
- E o que trazes, Lucas?
- Trago speeds de Amsterdam.
- Muito bem, filho. Entra.
- Quem é?
- Sou Judas.
Jesus abre a porta.
- E tu, o que trazes, Judas?
- POLICIA FEDERAL! TODO MUNDO NA PAREDE, MÃO NA CABEÇA! ENCOSTA AÍ, CABELUDO!
A CASA CAIU!...

(Valeu, Michel, a piada é muito boa!)

E para encerrar esse post gigantesco, deixo dois links para o deleite dos amigos que estiverem com tempo para navegar: o primeiro é do blog PÉ NA ÁFRICA, do jornalista Fábio Zanini, onde ele discorre, num texto bem-humorado, sobre a delícia de ser turista brasileiro na África - uma massagem no nosso ego, após as tristes notícias das deportações ocorridas em solo espanhol:

http://penaafrica.folha.blog.uol.com.br/arch2008-05-25_2008-05-31.html#2008_05-29_11_12_42-129032461-0

No segundo link, quatro representantes do sexo inteligente, a Geórgia, a Flávia, a Lúcia e a Bel, dão dicas valiosíssimas de boa leitura no blog O QUE ELAS ESTÃO LENDO. No dia 15 minha dica também estará lá - apesar de ser um clube da Luluzinha, todo dia 15 de cada mês as meninas abrem um espaço para que representantes do sexo-que-se-acha-forte mostrem que estão tentando aprender com elas...

http://www.elasestaolendo.blogspot.com/

FLUMINENSE FAZ SUCESSO NA ARGENTINA!

River Plate lembra Flu para ‘zoar’ o Boca Juniors

Arqui-rival do Boca Juniors, eliminado da Libertadores pelo Fluminense, o River Plate fez uma alusão ao Tricolor das Laranjeiras para provocar os xeneizes, como são conhecidos os torcedores do Boca. Após a conquista do título do Torneio Clausura do Campeonato Argentino, no último domingo, os jogadores do River, ao receberam a taça, usaram camisas do clube com uma inscrição em português: “Alegria não tem fim”.

Publicado no JORNAL DOS ESPORTES em 10/06/08.

Torcida do fluzão

PREPARANDO O CLIMA PARA AS ÚLTIMAS BATALHAS:
* "Eu vos digo que o melhor time é o Fluminense. E podem me dizer que os fatos provam o contrário, que eu vos respondo: pior para os fatos."
(Nelson Rodrigues)
* "O Fluminense foi a minha vida. Lá eu joguei por toda a minha carreira. Na época, eu jogava com amor".
(Telê Santana)
* "Aonde eu vou digo que a torcida do Fluminense é a melhor do mundo."
(Romerito)
* "Eu nem sabia falar direito e o Fluminense já estava dentro de mim, do meu corpo, do meu coração. O Fluminense é a minha vida, uma paixão muito difícil de explicar."
(João Coelho Neto, o Preguinho)
* "Eu ficava por conta da vida quando perdia jogo. Não brincava, não saia, não tinha nada que me fizesse alegria. O Fluminense era a minha paixão."
(Telê Santana)
* “Do lado esquerdo do peito, um pouco abaixo do radinho de pilha, o escudo protege o coração tricolor. E o escudo sorri. Não quero explicar esse sorriso. Não venham me falar de letras e ilusões infantis. Do alto da minha paixão, vivo eternos 11 anos de idade e o escudo me sorri sussurrante. O Fluminense é a minha terra do nunca. Sempre.”
(Pedro Bial)
* “Eu tenho o maior orgulho de dizer que sou tricolor. Sou como o saudoso Mário Lago, tricolor e comunista, e faço questão de mostrar isso. Aliás, o mundo do samba é cheio de tricolores. Paulo da Portela e Cartola eram tricolores de faltar ao samba para ver o Flu. E, graças a Deus, posso dizer que sou um homem feliz. Meu pai, flamenguista, me levou pela primeira vez a um Fla-Flu, em 1938, nas Laranjeiras. Metemos três ou quatro neles (foi 3 a 0) e de lá pra cá só comemoro. Cansei de ver Castilho jogar, a Máquina e a turma do Casal 20 então, nem se fala. Era ir para o Maraca com a certeza da vitória. Eu até hoje me emociono quando vejo o Fluminense joga.”
(Noca da Portela)
* "Fluminense pra mim é a minha paixão, é a minha vida. Fluminense pra mim é segunda família. Enquanto joguei pelo tricolor, cheguei a seleção brasileira numa idade avançada e consegui ser tricampeão carioca e campeão brasileiro. Eu agradeço a Deus por ter jogado no Fluminense."
(Assis)
* "Aceito esse desafio pelo Fluminense. Sua grandeza, seu real propósito de se reorganizar, de comprovar que não há qualquer mácula na história em chegar a essa condição desde que haja espírito para lutar e melhorar. Não faria isso por mais clube algum."
(Parreira, ao aceitar ser técnico do Flu na terceira divisão)
* “Sempre me defini como uma torcedora light. Mas o Fluminense foi, para mim, uma questão de simpatia. Acho que este tipo de coisa não se explica. Veio na juventude e ficou. O Fluminense tem alguns traços característicos: a sede bonita e sofisticada, a freqüência elitizada, o charme. Mas quando o time entra em campo, é a hora da garra, da força. Freqüentei jogos nas Laranjeiras entre os 15 e 18 anos. Os traços do clube combinam com o perfil do torcedor. O botafoguense é o intelectual sofrido. Já o torcedor do Fluminense tem a marca do fair play e da perseverança. Os rebaixamentos foram uma humilhação na alma tricolor. Mas o torcedor tricolor soube esperar sua hora. Agora voltamos a vencer. As vitórias me alegram.”
(Fernanda Montenegro)
* "Sou Ator, sou Carioca e moro nessa Cidade. Vou agora tentar, com poucas palavras demonstrar aquilo que eu sinto, por esse clube do meu coração. E aqui vai :Fui criança, fui menino, e agora sou adulto do Rio. Dessa maravilhosa cidade, onde um poderoso Cristo ilumina uma tal de Laranjeiras. Laranjeiras, onde existe há mais de um século um clube vencedor, vestido de verde, branco e grená. Com visto permanente nessa cidade, ajoelho aos pés da nação Tricolor, aqui vivo, aqui viverei e aqui vou morrer, levando comigo o orgulho do meu ser, ser Tricolor de coração!”
(André Di Biasi)
* "Quero comandar o time do Fluminense pelo menos uma vez, para poder voltar a sentir aquele arrepio e aquela emoção que tomavam conta de mim cada vez que pisava no gramado e via aquele mar tricolor na arquibancada a me transmitir força e segurança. Graças à torcida, nunca entrei desmotivado. Ter sido escolhido para a seleção de todos os tempos do Flu é para mim um novo campeonato, uma honra enorme, estou até arrepiado... Evoluí e morrerrei Tricolor. Com muito orgulho."
(Ricardo Gomes, que acabou realizando o seu sonho.)
* "'Você é químico?' Não, sou Fluminense, respondi de pronto ao ser abordado por um vizinho que me viu brincando com alguns líquidos de diversas cores. Eu tinha apenas três anos de idade, mas com uma convicção clubística anterior ao meu nascimento, e, quem sabe, anterior ao útero materno."
(Nélson Rodrigues Filho)
* "Se o Fluminense jogasse no céu, eu morreria para vê-lo jogar."
(Nelson Rodrigues)
* "É a torcida mais bonita do Brasil."
(Lulu Santos)



Escrito por Frodo Oliveira às 12:57 PM
[] [envie esta mensagem] []


 
   CAMINHOS DO MEDO

Faltam apenas dois meses para o lançamento da antologia de contos CAMINHOS DO MEDO, a se realizar na CASA DAS ROSAS, localizada na Av. Paulista 37, em São Paulo, no dia 26 de Julho, à partir das 18 horas. Confesso que estou ficando ansioso, não apenas porque tive um conto selecionado para participar da antologia, mas também porque nesses últimos meses fiz grandes amigos através da comunidade do livro no orkut, e espero poder conhecer pessoalmente essa galera muito divertida que faz a maior "bagunça" virtual na citada comunidade. Sem falar que aguardo também a presença dos meus amigos de  blog, é uma excelente oportunidade para conhecer a paulistada que passeia por aqui de vez em quando, já que encontro de blogueiro, infelizmente, ainda é coisa rara de se ver no Brasil. Vou poder  matar as saudades de Sampa, essa cidade que me é tão querida e que sempre me acolheu muito bem, do meu amigo Dan, sua esposa Lucimar e os anjinhos Lucas e Duda, vou pode comer cachorro-quente com purê de batata (ô louco, meu!), vou poder verificar "in loco" o mundialmente famoso engarrafamento das Marginais, o sotaque engraçado dessa gente, a Pizzaria da Mamma, com sua pizza de calabresa que é um atentado ao pudor, enfim, coisas que só São Paulo tem... 



Escrito por Frodo Oliveira às 04:39 PM
[] [envie esta mensagem] []


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Homem, de 36 a 45 anos, Portuguese, English, Arte e cultura, Esportes

HISTÓRICO



    OUTROS SITES
     ENGLISH TRANSLATOR
     TRANSLATOR GOOGLE
     UOL - O melhor conteúdo
     RECANTO DAS LETRAS
     ORKUT-ME, BABY!
     FRODOBLOG I
     SITE OFICIAL DO FLUMINENSE
     MEU PERFSPOT
     CANÇÃO 01 - A ORAÇÃO DE HABACUQUE
     CANÇÃO 02 - CANÇÃO INGÊNUA
     CANÇÃO 03 - AMIGO
     CANÇÃO 04 - RENOVA O MEU CORAÇÃO
     CRANIK
     ACADEMIA VIRTUAL


    VOTAÇÃO
     Dê uma nota para meu blog!