FRODOBLOG II
   A CORRUPÇÃO E O FLUZÃO NA FINAL

Photobucket

O poder paralelo pode não ter o mesmo status da polícia, mas temos que reconhecer que os caras estão "podendo". Semana passada, causou repercussão internacional o caso dos repórteres do jornal "O Dia" que foram aprisionados e torturados pela milícia de uma comunidade que fica aqui pertinho de onde moro, no bairro de Realengo, no Rio de Janeiro. Interessante frisar o "orgulho" com que eles alardeavam serem da polícia, o que denota que o envolvimento dos policiais com o crime organizado não é mais de "apenas" alguns membros agindo de forma isolada, mas de boa parte da corporação. Difícil situação a nossa, do cidadão comum, que trabalha e paga seus impostos religiosamente e no final das contas se vê refém de uma violência estúpida, sem ter para quem apelar. Mas o que esperar de um Estado governado por um político que faz propaganda da descriminalização das drogas, como se isso fosse solução para todos os problemas de segurança pública do Rio? O nosso ex-secretário de segurança pública foi preso por participar de uma rede de corrupção que, segundo a Polícia Federal, teria como líderes os ex-governadores Anthony Garotinho e Rosinha Garotinho. E o que dizer da nossa Assembléia Legislativa, que tem cerca de metade dos deputados respondendo a algum tipo de processo, alguns dos quais gravíssimos, como formação de quadrilha e assassinato? Como é possível que alguém acusado de assassinato ou do desvio de dinheiro público possa se candidatar tranqüilamente a outro mandato, será que ninguém percebe a incoerência disso?... Não há como se admirar, portanto, do fato da nossa Polícia Militar ter se corrompido até a medula com o crime organizado, mesmo porque, em matéria de organização, o poder paralelo já superou em muito o poder constituído. O exemplo, quero dizer, o mal-exemplo, vem de cima... Pois como já dizia uma antiga canção do Guilherme Arantes: "Bandido, mocinho/é tudo farinha do mesmo saco..."


CAMINHOS DO MEDO

Recebi um e-mail da Editora Andross informando que a data do lançamento da Antologia Caminhos do Medo mudou. Ela será realizada no dia 10/08, ou seja, quatro dias antes da Bienal do Livro de São Paulo. Para mim isso é uma ótima notícia, já que aumenta as possibilidades de que eu possa participar dos dois eventos. O local permanece o mesmo: CASA DAS ROSAS, Av. Paulista, 37 São Paulo, à partir das 18:00 hs.

PIADA RECEBIDA VIA E-MAIL:

JUDAS CONTINUA O MESMO...

Jesus chama os seus discípulos e apóstolos para uma reunião de
emergência, devido ao alto consumo de drogas na Terra.
Depois de muito pensar, chegam à conclusão de que a melhor maneira de combater
a situação e resolvê-la definitivamente era examinar a droga eles mesmos e
depois tomar as medidas adequadas.
Decide-se que uma comissão de discípulos desça ao mundo
e recolha diferentes drogas.
Efetua-se a operação secreta e dois dias depois começam
a regressar os comissários. Jesus espera à porta do céu, quando chega o primeiro
servo:
- Quem é?
- Sou Paulo.
Jesus abre a porta.
- E o que trazes, Paulo?
- Trago haxixe de Marrocos.
- Muito bem, filho. Entra.
- Quem é?
- Sou Pedro.
Jesus abre a porta.
- E o que trazes, Pedro?
- Trago maconha do Brasil.
- Muito bem, filho. Entra
- Quem é?
- Sou Tiago.
- E o que trazes, Tiago?
- Trago Lança perfume da Argentina.
- Entra.
- Quem é?
- Sou Marcos.
- E o que trazes, Marcos?
- Trago marijuana da Colômbia.
- Muito bem, filho. Entre
- Quem é?
- Sou Mateus.
- E o que trazes, Mateus?
- Trago cocaína da Bolívia.
- Muito bem, filho. Entra.
- Quem é?
- Sou João.
Jesus abre a porta e pergunta de novo
- E tu, o que trazes, João?
- Trago crack de Nova Iorque.
- Muito bem, filho. Entra.
- Quem é?
- Sou Lucas.
- E o que trazes, Lucas?
- Trago speeds de Amsterdam.
- Muito bem, filho. Entra.
- Quem é?
- Sou Judas.
Jesus abre a porta.
- E tu, o que trazes, Judas?
- POLICIA FEDERAL! TODO MUNDO NA PAREDE, MÃO NA CABEÇA! ENCOSTA AÍ, CABELUDO!
A CASA CAIU!...

(Valeu, Michel, a piada é muito boa!)

E para encerrar esse post gigantesco, deixo dois links para o deleite dos amigos que estiverem com tempo para navegar: o primeiro é do blog PÉ NA ÁFRICA, do jornalista Fábio Zanini, onde ele discorre, num texto bem-humorado, sobre a delícia de ser turista brasileiro na África - uma massagem no nosso ego, após as tristes notícias das deportações ocorridas em solo espanhol:

http://penaafrica.folha.blog.uol.com.br/arch2008-05-25_2008-05-31.html#2008_05-29_11_12_42-129032461-0

No segundo link, quatro representantes do sexo inteligente, a Geórgia, a Flávia, a Lúcia e a Bel, dão dicas valiosíssimas de boa leitura no blog O QUE ELAS ESTÃO LENDO. No dia 15 minha dica também estará lá - apesar de ser um clube da Luluzinha, todo dia 15 de cada mês as meninas abrem um espaço para que representantes do sexo-que-se-acha-forte mostrem que estão tentando aprender com elas...

http://www.elasestaolendo.blogspot.com/

FLUMINENSE FAZ SUCESSO NA ARGENTINA!

River Plate lembra Flu para ‘zoar’ o Boca Juniors

Arqui-rival do Boca Juniors, eliminado da Libertadores pelo Fluminense, o River Plate fez uma alusão ao Tricolor das Laranjeiras para provocar os xeneizes, como são conhecidos os torcedores do Boca. Após a conquista do título do Torneio Clausura do Campeonato Argentino, no último domingo, os jogadores do River, ao receberam a taça, usaram camisas do clube com uma inscrição em português: “Alegria não tem fim”.

Publicado no JORNAL DOS ESPORTES em 10/06/08.

Torcida do fluzão

PREPARANDO O CLIMA PARA AS ÚLTIMAS BATALHAS:
* "Eu vos digo que o melhor time é o Fluminense. E podem me dizer que os fatos provam o contrário, que eu vos respondo: pior para os fatos."
(Nelson Rodrigues)
* "O Fluminense foi a minha vida. Lá eu joguei por toda a minha carreira. Na época, eu jogava com amor".
(Telê Santana)
* "Aonde eu vou digo que a torcida do Fluminense é a melhor do mundo."
(Romerito)
* "Eu nem sabia falar direito e o Fluminense já estava dentro de mim, do meu corpo, do meu coração. O Fluminense é a minha vida, uma paixão muito difícil de explicar."
(João Coelho Neto, o Preguinho)
* "Eu ficava por conta da vida quando perdia jogo. Não brincava, não saia, não tinha nada que me fizesse alegria. O Fluminense era a minha paixão."
(Telê Santana)
* “Do lado esquerdo do peito, um pouco abaixo do radinho de pilha, o escudo protege o coração tricolor. E o escudo sorri. Não quero explicar esse sorriso. Não venham me falar de letras e ilusões infantis. Do alto da minha paixão, vivo eternos 11 anos de idade e o escudo me sorri sussurrante. O Fluminense é a minha terra do nunca. Sempre.”
(Pedro Bial)
* “Eu tenho o maior orgulho de dizer que sou tricolor. Sou como o saudoso Mário Lago, tricolor e comunista, e faço questão de mostrar isso. Aliás, o mundo do samba é cheio de tricolores. Paulo da Portela e Cartola eram tricolores de faltar ao samba para ver o Flu. E, graças a Deus, posso dizer que sou um homem feliz. Meu pai, flamenguista, me levou pela primeira vez a um Fla-Flu, em 1938, nas Laranjeiras. Metemos três ou quatro neles (foi 3 a 0) e de lá pra cá só comemoro. Cansei de ver Castilho jogar, a Máquina e a turma do Casal 20 então, nem se fala. Era ir para o Maraca com a certeza da vitória. Eu até hoje me emociono quando vejo o Fluminense joga.”
(Noca da Portela)
* "Fluminense pra mim é a minha paixão, é a minha vida. Fluminense pra mim é segunda família. Enquanto joguei pelo tricolor, cheguei a seleção brasileira numa idade avançada e consegui ser tricampeão carioca e campeão brasileiro. Eu agradeço a Deus por ter jogado no Fluminense."
(Assis)
* "Aceito esse desafio pelo Fluminense. Sua grandeza, seu real propósito de se reorganizar, de comprovar que não há qualquer mácula na história em chegar a essa condição desde que haja espírito para lutar e melhorar. Não faria isso por mais clube algum."
(Parreira, ao aceitar ser técnico do Flu na terceira divisão)
* “Sempre me defini como uma torcedora light. Mas o Fluminense foi, para mim, uma questão de simpatia. Acho que este tipo de coisa não se explica. Veio na juventude e ficou. O Fluminense tem alguns traços característicos: a sede bonita e sofisticada, a freqüência elitizada, o charme. Mas quando o time entra em campo, é a hora da garra, da força. Freqüentei jogos nas Laranjeiras entre os 15 e 18 anos. Os traços do clube combinam com o perfil do torcedor. O botafoguense é o intelectual sofrido. Já o torcedor do Fluminense tem a marca do fair play e da perseverança. Os rebaixamentos foram uma humilhação na alma tricolor. Mas o torcedor tricolor soube esperar sua hora. Agora voltamos a vencer. As vitórias me alegram.”
(Fernanda Montenegro)
* "Sou Ator, sou Carioca e moro nessa Cidade. Vou agora tentar, com poucas palavras demonstrar aquilo que eu sinto, por esse clube do meu coração. E aqui vai :Fui criança, fui menino, e agora sou adulto do Rio. Dessa maravilhosa cidade, onde um poderoso Cristo ilumina uma tal de Laranjeiras. Laranjeiras, onde existe há mais de um século um clube vencedor, vestido de verde, branco e grená. Com visto permanente nessa cidade, ajoelho aos pés da nação Tricolor, aqui vivo, aqui viverei e aqui vou morrer, levando comigo o orgulho do meu ser, ser Tricolor de coração!”
(André Di Biasi)
* "Quero comandar o time do Fluminense pelo menos uma vez, para poder voltar a sentir aquele arrepio e aquela emoção que tomavam conta de mim cada vez que pisava no gramado e via aquele mar tricolor na arquibancada a me transmitir força e segurança. Graças à torcida, nunca entrei desmotivado. Ter sido escolhido para a seleção de todos os tempos do Flu é para mim um novo campeonato, uma honra enorme, estou até arrepiado... Evoluí e morrerrei Tricolor. Com muito orgulho."
(Ricardo Gomes, que acabou realizando o seu sonho.)
* "'Você é químico?' Não, sou Fluminense, respondi de pronto ao ser abordado por um vizinho que me viu brincando com alguns líquidos de diversas cores. Eu tinha apenas três anos de idade, mas com uma convicção clubística anterior ao meu nascimento, e, quem sabe, anterior ao útero materno."
(Nélson Rodrigues Filho)
* "Se o Fluminense jogasse no céu, eu morreria para vê-lo jogar."
(Nelson Rodrigues)
* "É a torcida mais bonita do Brasil."
(Lulu Santos)



Escrito por Frodo Oliveira às 12:57 PM
[] [envie esta mensagem] []


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Homem, de 36 a 45 anos, Portuguese, English, Arte e cultura, Esportes

HISTÓRICO



    OUTROS SITES
     ENGLISH TRANSLATOR
     TRANSLATOR GOOGLE
     UOL - O melhor conteúdo
     RECANTO DAS LETRAS
     ORKUT-ME, BABY!
     FRODOBLOG I
     SITE OFICIAL DO FLUMINENSE
     MEU PERFSPOT
     CANÇÃO 01 - A ORAÇÃO DE HABACUQUE
     CANÇÃO 02 - CANÇÃO INGÊNUA
     CANÇÃO 03 - AMIGO
     CANÇÃO 04 - RENOVA O MEU CORAÇÃO
     CRANIK
     ACADEMIA VIRTUAL


    VOTAÇÃO
     Dê uma nota para meu blog!